~~~ Chef a Chef ~~~

Abóbora - levíssima e bem brasileira!

 

Poucas calorias e muito sabor são as qualidades apreciadas dessa espécie que faz um bonito papel nas mais variadas preparações culinárias. Vale a pena experimentar e conferir os resultados positivos na balança.

Mil e uma utilidades

O melhor de adicionar a abóbora ao cardápio da família é que dessa planta tudo se aproveita. A polpa nem precisa de apresentação, já que o doce de abóbora é uma das receitas tradicionais da culinária de vários Estados brasileiros. E o jerimum (como ela é chamadada no Nordeste) com carne-seca é de dar água na boca.

Mas ela pode ainda dar um charme a pratos, como o nhoque, a panqueca e as massas em geral.

As sementes são um aperitivo e tanto. ?Quando torradas por mais de 10 minutos, exalam um aroma parecido com o do amendoim e são ideais para ser consumidas como petisco, pois promovem a sensação de saciedade. Excelente fonte de minerais, como ferro, fósforo, potássio, magnésio e zinco, informa a especialista dos Vigilantes do Peso, elas também podem ser transformadas em farinha e misturadas à de trigo na confecção de bolos e biscoitos.

Quem pensa que a utilização culinária da abóbora pára por aí está enganada.

Os brotos de suas folhas podem ser mais um item saboroso em ensopados; e as flores, conhecidas também como cambuquira, fazem a diferença numa omelete ou à milanesa. Até a casca, rica em fibras, pode ser cozida e consumida sem susto. É só lavar bem com uma escova, deixar de molho em água e solução que elimina bactérias (que a gente usa normalmente nas verduras) e está pronta para enriquecer o arroz, a carne moída ou a farofa.

OBS: confira aqui no chefachef a deliciosa receita do “nhoque dourado à mineira” preparado com a abóbora japonesa para o dia dos pais, no portal G1 da globo.

 
 
 

Chef a Chef ® 2008 - portalgastronomico@chefachef.com.br - Todos os direitos reservados